Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2018

Amamentação e a volta ao trabalho

#licençaamamentação
#amamentaçãoemmamadeira

Em comemoração ao AGOSTO DOURADO, instituído pela lei federal 13.435/17 decretando agosto o mês  da amamentação, hoje vamos falar sobre os direitos trabalhistas da mãe que amamenta e volta ao trabalho.



Pela CLT, em seu artigo 396, a mãe que amamenta terá direito a dois descansos de meia hora  a serem dedicados à amamentação do filho até o bebê completar seis meses, ou quando a saúde exigir pode ser aumentado (mediante atestado do pediatra). Esse período poderá ser unido em uma hora (saindo mais cedo, por exemplo), se assim for combinado entre o empregador e a mãe, já que a legislação não estabelece uma obrigatoriedade desses descansos serem separados, e também de ser essa a melhor forma para muitas mães que, em sua maioria, moram distante do trabalho e não teriam como amamentar dentro da empresa nesse pequeno período e nem ir até a própria casa ou creche onde estiver o bebê.
E a mãe que amamenta por meio de MAMADEIRA?
Recentemente a discussão…

Nascimento da Helena - Cesárea eletiva em Trabalho de Parto

#relatodepartoPara mães que pensam e se... (em relação a escolha do parto) "Bom sobre partos  Não tive um parto normal, natural como eu desejei ... Fiz uma cesária que naquele momento foi o que eu achei melhor, tive uma rede de apoio magnificaaaaa, mas n tive muito apoio hospitalar para seguir segura até o fim, foi um dia muito exaustivo. Senti as primeiras dores as 3hr da manhã e já achei foda kkkkkkkk  Fui para o banheiro. Lembrei de fazer nada de exercício nem de nada, cada vez ela ia piorando. Quando foi 6hr da manhã acordei meu marido é fomos para o hospital, até então fiz a internação, falei com o doutor falei das dores , examinou: 4cm de dilatação e depois disso me colocaram um soro ( não foi ocitocina) e fiquei lá  Foi aí que começou meu medo ... Boatos rolaram de que teve um óbito de bebê  Dr Elke (obstetra do hospital) não queria mais fazer parto aquele dia. Ninguém aparecia além de enfermeira.  11:00 apareceu o Dr e disse que as 16hr voltava. Estava cansada, não estava…

A escolha do nome - Lucca

Tem coisas que não precisamos pensar muito, apenas sentimos, não é mesmo?
Quando descobrimos a gravidez nossas opções eram Lucas, Lucca e Luigi (Sem referencia ao L de Lara rsrs, apenas porque achávamos nomes bonitos mesmo).
Eu sempre gostei de nomes curtos e fortes. Aqui eu conto como o escolhi o nome da LARA
Lucca é um nome que tem mais história para o pai (qualquer dia peço para ele fazer um post aqui sobre isso), aliás, quem quiser acompanhar os textos dele no blog MITOS, ROCK & OUTRAS FILOSOFIAS tem bastante reflexão bacana lá.
Para mim, apenas restou sentir qual seria o melhor nome, e pesquisando os signficados sobrou escolher entre Lucca e Lucas, já que ambos significam o ILUMINADO, e um é variante do outro. Não tive muitos métodos, apenas escolhi, e já era a preferência do papai <3 




E por aí? Como foi a escolha do nome dos filhos?



Sigam nas redes sociais:  Meu instagran pessoal: @brunabronzato.adv com toda minha rotina,  e no facebook: Jovens Mães

Bolo de cenoura da Lara

Como sempre falo por aqui, incluir os filhos nas tarefas diárias é importante para o desenvolvimento social, familiar, afetivo.... Enfim, é cheio de coisas positivas.
Porém, quando o segundo filho vem, acabamos nos rendendo à correria e acabamos fazendo tudo pela forma mais rápida e vamos deixando de dar atenção às pequenas coisas.
Lara sempre me ajudou, ela gostava e eu também, aproveitava esse momento que era NOSSO.
Aqui tem um post com receita de Pão de Queijo que ela me ajudou a fazer quando ainda tinha só dois anos - PORQUE INCLUIR OS FILHOS NAS TAREFAS DIÁRIAS?



 Agora que a rotina se estabeleceu de forma mais eficaz para todos, voltamos a nos entregar nas pequenas coisas novamente.
E ontem foi dia do bolo de cenoura! (Acreditam que enrolei um ano para fazer? ). A receita veio de um projeto da escola e só agora consegui me organizar para voltar a incluir a pequena (e o Lucca também) nas atividades.
E no fim lembrei o quanto é bom estarmos juntas na cozinha! ❤️
Vou deixar a re…

FELIZ DIA DO ADVOGADO! - PARABÉNS ÀS MÃES ADVOGADAS

E hoje eu comemoro esse dia como advogada (e não mais como estudante como nos anos anteriores), mas vou usar novamente a mesma frase de todos os anos, porque acho que ela define muito bem o que sou, o que somos, e o que só aumenta o brilho deste dia para mim, quanto mãe advogada:
A MÃE É A PRIMEIRA DEFENSORA DOS NOSSOS DIREITOS

E de todas as coisas boas da vida tê-los ao meu lado para ajudar o mundo é a maior recompensa!
Feliz dia a todos os advogados, em especial às mães advogadas que entre prazos e problemas processuais se dedicam aos seus filhos da melhor maneira. Parabéns! Feliz dia!
E como não se derreter com uma foto dessas?



As fotos são da NATALIA BISCARO - FOTOGRAFIA feitas no newborn do Lucca


Sigam nas redes sociais:  Meu instagran pessoal: @brunabronzato.adv com toda minha rotina,  e no facebook: Jovens Mães

Porque denunciar a Violência Obstétrica?

Já comentei sobre esse assunto nesse post: SOFRI VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA. DEVO DENUNCIAR?, porém continua sendo um assunto recorrente e que muitas mães ainda tem duvida do que podem ou não fazer em uma situação como essa.
E hoje lendo o relato de parto da Flávia do Blog relembrei o quanto há muitas mulheres que sofrem Violência Obstétrica, mesmo em cesarianas eletivas. No link da primeira linha tem descrita todas as formas de violência que uma mulher pode sofrer no pré, parto e situações de aborto (até em uma situação de dor e perda há equipes médicas que conseguem desrespeitar). Esse é um trecho do relato da Flávia no post RELATO DE PARTO COM VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA:

"Eu não vi meu filho quando nasceu, meus olhos não abriam. Eu só escutava ele chorando e sei que levaram ele para a pediatra avaliar.
Eu continuei ali para retirada da placenta, me mostraram meu bebê depois ao longe e me aplicaram anestesia local para dar pontos no corte vaginal. Enquanto a enfermeira dava os pontos eu ia me…