Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaque do dia

Reutilizando o berço do bebê

Berço do Bebê

Eles crescem, e muitas coisas vão ficando para trás e não sabemos o que fazer com elas, né?
Ao passo que também precisamos de novos móveis para as novas fases da criança.
E que tal reaproveitar?
Aqui a ideia inicial era apenas pesquisar como fazer uma estante de livros com materiais que já tivéssemos em casa, e em uma rápida pesquisa encontrei a ideia com a grade de proteção do berço. Na mesma pesquisa ainda surgiu a ideia de utilizá-lo como mesinha. Então por aqui fizemos os dois e ficou assim 👇




E aqui vou deixar as imagens que nos inspiraram.







E por aí? Vocês gostam de reaproveitar? O que acharam da ideia?
Postagens recentes

Decorações Criativas - Amarelo Limão Eventos

Quem aí gosta de uma decoração de festa linda e exclusiva?

Com tanta facilidade em pesquisar ideias para festas, as vezes fica até difícil escolher a que mais nos agrada, não é mesmo? E mesmo assim muitas vezes não encontramos aquilo que estamos buscando ou profissionais que entendam, projetem e executem nossas ideias.



Mas encontramos a Amarelo Limão Eventos, que tem um conceito criativo, único e especial de projetar suas festas; mantendo a exclusividade e o carinho em cada decoração.
E como vocês sabem, estou sempre apoiando e divulgando trabalhos dirigidos e protagonizados por mães, dirigida pela Daiane, uma mãe criativa e apaixonada por decoração de festas, a empresa oferece decorações exclusivas e dentro das grandes tendências.





Vou deixar algumas imagens (foi difícil escolher!) para vocês se inspirarem. E para ideias entrem em contato pelas redes sociais (links no final do post).




















Olha Lara aí!!! Modelando para uma nova fase da empresa, que agora conta com a produção de pequenos ed…

02 de Abril - Dia Mundial de Conscientização do Autismo - Conceito, Símbolos e Direitos

Incentivado pela família real do Catar para criação deste dia especialmente para voltar os olhos ao autismo, o dia escolhido pela ONU para conscientizar a população mundial foi 02 de abril. 

O QUE É O AUTISMO? O autismo acomete pessoas de todas as classes sociais e etnias. Seu grau de comprometimento pode ser leve ou mais grave, em que o paciente se mostra incapaz de manter contato interpessoal. É um transtorno global do desenvolvimento conhecido por "Transtorno do Espectro Autista" (TEA) marcado por três características fundamentais: ·Inabilidade para interagir socialmente; ·Dificuldade no domínio da linguagem para comunicar-se; ·Padrão de comportamento restritivo e repetitivo. De forma a conscientizar a população ajudando na inclusão e consequentemente na melhora do quadro de cada pessoa e de suas famílias este dia deve ser lembrado muito além do 02 de abril.


O AUTISMO NO DIREITO BRASILEIRO
"As crianças especiais, assim como as aves, são diferentes em seus voos.  Todas, no enta…

Sou uma boa mãe?

#Reflexão O que mais encontramos na era da internet no mundo materno são fórmulas de como devemos criar nossos filhos, desde desabafos até dicas pessoais sempre parece que a outra mãe é melhor do que nós.  Mas não se compare, a outra mãe também chora no chuveiro, também tem vontade de fugir e também acha que não é uma boa mãe; no fundo só queremos ser a melhor versão de nós mesmas.


Sempre digo que "somos a melhor mãe que podemos ser". É dessa mãe que nossos filhos se orgulham, e é dela que devemos nos orgulhar também.
Não existe certo ou errado na maternidade, nem melhor ou pior. Existe o ideal adequado à realidade de cada família. Não se sabote, jamais deixe "a mãe perfeita" do mundo afora te fazer sentir inferior, você não é. Cometemos erros, sim. Mas cometemos tentando acertar.
Repito:"Somos a melhor mãe que podemos ser". E é só o que importa, que seja com amor, que todo o resto é só detalhe.
No final das contas, para o seu filho, o seu abraço e o seu …

Porque não desistir dos nossos sonhos e objetivos?

Desabafo
Post Instagram @brunabronzato.adv - 11/03/2019

Sim, eu poderia parar quando acabou a faculdade.  Eu poderia parar quando ficou difícil. Ou mesmo quando não precisava mais.  A questão não é se formar por necessidade, trabalhar por necessidade.  A questão é fazer aquilo que amamos, independente de nossas escolhas, é importante adequar nossos sonhos ao que podemos fazer ou não. Mas maternidade nunca foi um obstáculo. Nada será perfeito, e esperar as condições perfeitas para fazer acontecer significa nunca fazer, já que a condição perfeita quem faz somos nós. Eles crescem e nós crescemos com eles, a única coisa que temos que pensar, para qualquer escolha que formos fazer é o que queremos ser para eles quando os amiguinhos perguntarem o que a mamãe faz?  Lembro de quando a resposta da Lara era: mamãe estuda. Ela dizia isso com brilho nos olhos, porque ela sabia que eu estava feliz, Que estudar era bom. E é isso que importa, seja lá qual forem nossas escolhas, que nós (e eles) tenh…

COMO SE ORGANIZAR - CONCILIAR MATERNIDADE&CARREIRA

#REPOST
Muita gente me pergunta como consigo conciliar tudo e como não fico louca (Acreditem, eu fico! rsrs).

Bom, mas consigo fazer muitas coisas mais pelo psicológico estar preparado do que necessariamente pela coisa que vou fazer. Primeiro porque fazemos as coisas na nossa cabeça antes de colocá-la em prática.

Na realidade funciona mais ou menos assim: Primeiro eu planejo o que quero fazer (ballet, estudo, arrumar a casa, trabalho, passeio, qualquer coisa, por mais simples que seja)



Se for preciso eu anoto, principalmente se for uma nova ideia (escrever faz sair da sua cabeça; no papel é mais fácil de ver a possibilidade real de realizar as coisas)
comparo com o que eu já tenho que fazer (Dá pra fazer as duas coisas? Não vai prejudicar algo?)
Coloco como meta

Começo a agir de forma que dê para praticar (Se a meta é estudar, precisa de material, se precisa de material é bom ter lugar pra estudar, vai precisar de livros? Busque-os na biblioteca. Procure artigos na internet. Querer é fá…

Minha história - Bruna Bronzato

Quem acompanha aqui desde sempre sabe de todo o decorrer das coisas, dos meus medos, minhas frustrações e principalmente, minhas conquistas. Para quem chega agora até pode parecer que foi fácil, mas é importante frisar que não. Nada é, nunca. Mas eu levo com leveza, acredito que se tem que ser feito, vamos fazer, seja lá como for. Se está na nossa frente é porque somos capazes.
Em FEV/2013 entrei para faculdade de Direito e em abril descobri a gravidez da Lara. Eu teria algumas possibilidades e a primeira delas seria parar, era o "certo" a se fazer, o mais "fácil" (não acredito que seria), e outras coisas que me disseram, mas eu não começo nada para desistir e nunca acreditei que gravidez fosse motivo para desistirmos de algo, pelo contrário, eu pensava: "Agora que vou ter filha é então que devo lutar e terminar essa graduação para oferecer meu melhor para ela". E foi o que fiz, continuei na jornada de graduação em Direito e estudei sobre maternidade, so…