quinta-feira, 29 de junho de 2017

Looks para Mães

Quem tem filhos sabe a dificuldade que é arrumá-los e ser arrumar, o tempo é corrido e eles demandam atenção. Sem contar que na hora de sair todos tem prioridade e nós ficamos para o final (sempre tidas como as atrasadas - mal sabem tudo o que passamos para conseguir deixar as crianças lindas e bem arrumadas, sem se sujarem, derrubarem comida e outros perrengues..).
Pois bem, mas ainda assim somos mulheres e queremos (E PODEMOS) estar lindas. 
Muitas vezes precisamos abrir mão do salto alto, dependendo do lugar que iremos e se teremos que correr muito atrás das crianças.
Há formas de estar bem arrumada sem muito exagero.

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Como ela aprendeu a comer brócolis (e outras plantas)



Exemplo! Puramente por exemplo.

Legumes em geral Lara nunca teve dificuldades de comer, o problema era mesmo com as frutas, porém as dicas que deixarei hoje, servem tanto para um, quanto para outro.

São dicas dadas pela Nutricionista que apoia o blog, agora também mãe da linda Beatriz (apelidada de Biinha pela Lara ❤). Vale a pena seguir e lembre-se: nunca desistir! O exemplo continua sendo o melhor aprendizado.

Vão as dicas para os bebês que não são muito fãs de legumes:
* sempre faça um prato igual pra você;  eles costumam seguir exemplos.
* se você for saudável,  seu filho também será
* até seu bebê acostumar com os legumes faça purês;
* mas aos poucos faça em pedacinhos,  a mastigação é importante para  o desenvolvimento da fala.
* deixe a comida colorida
* coloque folhas verdes
* cozinhe o alho inteiro junto com os legumes (muito bom em caso de gripe)
* faça um tempero leve
* coloque amor, muito amor!


Cenoura: tem betacaroteno, que se converte em vitamina A no organismo e é essencial pra saúde dos olhos

Arroz e batata: são fontes de carboidratos que nos dão energia pras atividades do dia a dia

Frango: ótima fonte de proteínas e vitaminas do complexo B que são essenciais pro funcionamento das nossas células 

Brócolis: rico em cálcio, mineral importante pra saúde óssea e ácido fólico, vitamina necessária pra saúde do cérebro e sistema nervoso

Alho: ajuda na imunidade, além de ter vitaminas A, C e B2 e B6.

Essas são as dicas da Dra Camila Teles, nutricionista que colabora com o blog e com a alimentação da Lara, ela ainda diz que se "a criança não aceita o legume ou verdura em si, pode-se fazer purês, carnes enroladinha com legumes/verduras, bolinhos, macarrão ou arroz com legumes picadinhos... Dessa forma é uma maneira dela provar o legume ou verdura e acaba se acostumando com os sabores "


No fim quem aprende a comer sou eu, rsrs.

sábado, 24 de junho de 2017

Centro de Mesas para festa infantil - Tema Jardim Encantado

Casinha de passarinho feita com caixinha de leite


Tem um perfil no isntagran que sigo: @inspiresuafesta e também no facebook, que sempre me dá boas ideias para as festinhas que fazemos, da Lara, chá de bebê das amigas, das sobrinhas; nada profissional, mas no fim sempre todas tem um resultado lindo. Vale a pena tentar fazer em casa, principalmente se a grana está curta.
Vou deixar o passo a passo dessa casinha, fica uma graça e é fácil e barato fazer:










sexta-feira, 23 de junho de 2017

O que é Homeschooling?

Homeschooling é um método de estudo em casa, quando os pais decidem que seus filhos aprenderão tudo em casa ao invés de frequentar a escola.
Tem muitos prós e contras, pessoalmente eu adoraria que minhas filhas não frequentassem a escola, cada vez mais a socialização na escola se assemelha a bullying, algumas crianças não se identificam a grupo nenhum ficando sosinhas, e outras que fazem o que não querem apenas para se adequar ao grupo escolar.

O método de ensino está obsoleto e velho, tudo evolui menos o método de ensino. Professores estão despreparados parra as novas gerações resultando em alunos entendiados que não aprendem quase nada do que lhe é ensinado. As provas os pressionam a decorar e no momento que não precisam mais esquecem tudo.

No entando para fazer homescholling em casa, no meu caso, eu precisaria de professores particulares pois não são todas matérias que posso ensinar em casa e isso demanda recursos financeiros que eu não tenho.

Outro ponto negativo é que, apesar de muitas famílias brasileiras aderirem, o homescholling não é legalizado no Brasil, não há nenhuma lei que o proíba mas o Estatuto da Criança e do Adolescente(ECA) obriga as familias que os filhos sejam matriculados e tenham frequência na escola, caso contrário é entendido como negligência.

Mesmo com falta de regulamentação atualmente existe mais de 6 mil crianças sendo educadas em casa segundo a Associação Nacional de Educação Domiciliar (ANED).

Eu sigo um site que gosto muito de uma mãe brasileira que faz homescholling nos EUA ( lá é regulamentado) e dá várias dicas maravilhosas.
Há também dois sites ríquissimos de atividades para impressão, dicas de livros mas é em inglês, tanto o site como as atividades mas vale a pena dar uma olhada e baixar as atividades:
O professor Carlos Nadalin tem um curso de alfabetização que ajuda os pais a alfabetizarem seus filhos em casa, um curso muito bom. No post Curso de Pré Alfabetização eu conto como é o curso.

Seguimos estudando, planejando, nos informando e fazendo o melhor pelo nossos filhos. <3

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Parque Maeda - ITU/SP

#Viagens&Passeios


Fazia tempo que eu não postava algo assim, não porque não passeamos (porque isso fazemos de monte, rsrs, adoramos procurar opções), mas talvez falta de tempo para tirar as fotos ( e post sem foto fica sem graça né? 😉), acostumamos aproveitar bastante o momento e vale a pena.

Porém o Parque Maeda é incrível e tínhamos que tirar foto de tudo e mais um pouco, rsrs.

Compramos o passaporte, que vem com alguns passeios inclusos, incluindo a pescaria ( o pesqueiro é o forte deles, na verdade, porém souberam investir bem). 

A organização e limpeza são sensacionais, típico de japoneses (a princípio era uma fazenda de plantação de tomates de um casal Japones, vale a pena conhecer a história também) 


Nesse site vocês podem acompanhar e tirar dúvidas quanto a preço deles e diárias, casos forem pra pousar. 


Por ora, vou apenas deixar nossas fotos e um pouco de toda a felicidade da Lara. Eu paguei R$90,00 no passaporte incluindo almoço e duas bebidas e ela não pagava nada. Amamos tudo! Ela ficou encantada com o "teféco" 😍
















Passeio de carruagem: mamãe, sou uma princesa! rsrs

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Look das crianças - Festa Junina

Com as festinhas das escolinhas chegando ficamos pensando em como escolher a roupa das crianças. Principalmente das meninas.

As ideias são tantas...

Eu aposto sempre nas cores para Lara!

Minha irmã preferiu a delicadeza do rosa para minha sobrinha.

Para os garotos a gravata, os retalhos na calça, bandeirolas coladas, sempre dão um charme.

Para os pés geralmente as meninas optam pela bota, mas uma sapatilha também vai bem. Para os garotos uma botina é sempre o máximo, mas qualquer tênis fica bom.

Os laços, flores, fitas, sempre presentes em qualquer vestido!

Confiram as fotos da Lara e da Alice em suas festinhas nas festanças juninas por aí...



Festinha da creche, ano passado

Festinha da escolinha, também ano passado.


E a festinha da escolinha esse ano:







[dia dia] Artimanhas para sobreviver a maternidade na hora de acordar

Eu sempre digo que ter filhos é ter uma caixa surpresa com várias artimanhas para driblar e sobreviver a maternidade.

No primeiro ano das crianças na escola eu sempre me atrasava para entrar na escola porque elas não acordavam! Mesmo dormindo as 8:30 da noite era muito dificil. Eu sempre odiei acordar a criança abruptamente com luz, vozes altas e forçar andar mas não tinha jeito que as fizessem acordar, dava mamadeira, trocava de roupa e colocava no carro e iam dormindo até a escola.

Começou me dar uma dor nas costas e começei ficar preocupada, foi quando me dei conta que era por carregar as gemeas no colo dormindo. Precisava inventar algo urgente, era questão de saúde haha.

Aí inventei uma artimanha.

Todo dia eu levantava, pegava uma a uma, levava ao banheiro, dava mamadeira colocava Daniel Tigre no Netflix e trocava elas de roupa. Com o som baixinho e aumentando gradativamente elas acordavam animadinhas com o desenho. Eram 20 minutos de desenho e era o tempo que eu as trocava de roupa. Daniel Tigre quem conhece sabe que é um desenho bem calminho com músicas tranquilas e educativas e foi perfeito.


Atualmente não fazemos mais isso, começei a perceber que ficavam muito tempo nas telas então fui diminuindo devagar, tirei o computador da sala e as acordava com histórias faladas da Coleção Disquinho. Agora apenas faço toda rotina mas sem desenhos. Esses dias coloquei uma música para ver se acordavam rs. Mas geralmente elas acordam, nem que for na hora de escovar os dentes.

E por ai? Como fazem?

terça-feira, 20 de junho de 2017

[dia dia] Artimanhas para sobreviver a maternidade na hora de comer

Ah! a hora de comer! Respira fundo e vai...

Já perdi as contas de quantas artimanhas inventamos.

Competição de quem come mais:
Os adultos dizem: Eu vou comer tudo! E vou ganhar de vocês!

1,2,3 colheradaaaaaa Todos juntos:
A gente conta até 3 e colocamos as colheres na boca juntos.

Comer no quintal:
Local diferente, quem sabe né. Poe a mesinha delas e bora comer.

Suco junto com a comida:
Quem sabe é sede né?

Sobremesa:
Quando terminar de comer tem sobremesa!

Comida misturada e separada:
Coloca arroz, feijão, mistura, legumes e salada separados. Ou mistura tudo.

Musicas:
Cantamos ou colocamos músicas para cantarmos. Aí pausamos a música e só dou play quando comerem uma colherada.

Histórias:
Quando eu era pequena eu comia pouco e o papai comia bastante, por isso ele cresceu mais.
Enroladinho de alface:
Queriam comer só alface, enrolei a comida dentro do alface.

Lista de atividades na lousa:
Na cozinha tem uma lista de atividades e uma delas é comer. Comeu tudo ganha coração vermelho pintado. Comeu quase tudo coração vermelho sem pintar.
Lívia tem dois corações porque colocou prato da Ni na pia 😀

Dar na boca:
Ainda faço as vezes mas introduzi BLW quando eram bebês porque eu não dava conta de dar na boca.

Deixar comer no tempo delas:
A comida passa o dia todo na mesa e não comem.

Comemos em família:
Isso já é tradição aqui em casa e ajuda um poquito.

Macarrão:
Adoram macarrão, mas quando não querem comer rejeitam até o macarrão.

Ajuda no preparo dos alimentos:
A primeira colherada é de animação por ter ajudado, comeu uma acaba a animação.


Ficar horas sem comer antes do almoço ou janta:
Não consigo, não deixo comer doces, bolacha e pão mas não tem jeito, elas atacam as frutas.

Plantar o alimento:
Se não gosta não come mesmo, acham lindo ver eles crescendo mas se não gostam não comem só porque plantou.

Deixar escolher a própria comida:
Não dá certo. Escolhem apenas um alimento e dão trabalho do mesmo jeito.

Brinquedos de comida:
Pedi para fazer brinquedos das comidas preferidas delas. Beterraba, cenoura, maça, banana, cookies, pedaço de bolo. Foi muito legal.


Além de todas essas tentativas bonitas já gritei, briguei, ameaçei e essas foi as que menos funcionaram rs.

E vocês tem alguma dica para mim?

Bom, apesar de eu reclamar do trabalho que dão, elas comem muito bem. Dos netos, entre 12 crianças são as que se alimenta melhor, comem muitas frutas, bolo, pãozinho, leite, suco e almoçam e jantam bem. Mas sempre demoram, brincam com a comida, as colheres são personagens, vão ao banheiro e esquecem de voltar, a comida esfria, saem da cadeiras 300 vezes para pegar a colher que caiu no chão, entre outras façanhas. kkk.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

O dia que elas pararam de bater na porta do banheiro

Depois das gêmeas passei 2 anos sem tomar banho direito. Elas batiam na porta, tentavam entrar no chuveiro e meus banhos demoravam cerca de 3 minutos.

Eu tinha um sossego quando marido estava em casa e eu fugia pro banheiro escondida, mesmo assim elas ouviam o som do chuveiro e choravam. E eu ficava sonhando com o dia que essa neurose de "Minha mãe não me ama, minha mãe me abandonou" ia sumir.

E um dia fui ao banheiro com elas brincando e fiquei só esperando qual parte do banho iam interromper. Passaram em frente a banheiro, acenaram e continuaram brincando. Simples assim, um dia não choraram à porta.

E aí eu fiquei feliz porque elas estavam crecendo! E fiquei triste porque elas estavam crescendo....

Uma sensação de perda, de que passou aquela fase que tinha seus momentos ruins mas bons também.

Coisa de mãe né?

Mas para minha alegria (ou não) com 3 anos voltaram tudo de novo, e a gente fica IUPIIIIIII e NÃÃÃÂO! DE NOVO NÃÃÃOOO! tudo ao mesmo tempo.

E a gente segue indo e voltando às fases, ao apego, mas sempre dói um pouquinho quando uma fase ruim/boa vai embora não é?


Destaque do dia

FANTASIA DE CARNAVAL - "PRINCESA UNICÓRNIO"

Receba novas postagens por e-mail!

Posts Recentes