quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Eu só queria ouvir o coração

Quando essa discussão de legalização de aborto começou, eu tentei colocar-me do lado das que sentem a "necessidade de abortar". Compreendi os pensamentos feministas que tentaram me convencer de que nosso sistema de saúde não garante uma forma eficaz. Que as mães têm direitos sobre seu corpo e que devem escrever o destino da criança que carrega em seu ventre. Que muitas não estão preparadas psicologicamente e fisicamente para ter um bebe (economicamente muitas vezes).
Tá, entendi. Até concordei.

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

"Lei Julia Matos" - Nova lei em prol às advogadas gestantes

Toda gestante que trabalha, sejá lá qual for a profissão, autônoma ou não, sabe das dificuldades que são encarar uma gestação sem porder deixar de trabalhar, ou sem se quer mudar a rotina. 
Acontece, que a maioria das gestantes já tem seus direitos garantidos pela CLT, nos casos de empregadas regido por esta lei.
Como me formarei no próximo ano (AMÉM! ☝☝) e pretendo ter um segundo filho, sempre pensei em como seria ser advogada gestante. Porém hoje (28/11/2016) foi publicada uma nova lei (que dá título ao post - chamada Lei Julia Matos) que altera os previstos no Código de Processo Civil, bem como o Estatuto da Advocacia; garantindo certos direitos que são essenciais às mulhers gestantes. Dentre as quais:

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

DISCIPLINAR: UM ATO DE AMOR ESQUECIDO

          Vivemos em um momento histórico onde tentamos romper com velhos paradigmas do passado, buscando valorizar outras questões e modificar certas estruturas sociais. Essa evolução tem colocado pais e mães cada vez mais fora do convívio familiar ininterrupto. A correria cotidiana, a busca por objetivos cada vez mais amplos e a luta pela sobrevivência num mercado de trabalho cada vez mais competitivo, tem desafiado as famílias a conseguir conciliar a vida profissional e pessoal sem descuidar da criação dos filhos.

Nesta busca constante pelo equilíbrio, aliado a uma difusão endemica de decadência dos valores humanos, tem feito com que o ato de disciplinar seja visto cada vez mais como algo pejorativo. Estamos sendo levados a crer pelos formadores de opinião que educar de forma permissiva é a forma mais clara de amor que podemos demonstrar. Mas isto é um engôdo.

A disciplina em seu conceito mais prático é a formação pessoal que permite ao ser humano a assunção de responsabilidades sobre seus atos. Em outras palavras, disciplina é fazer o que se deve fazer porque é o certo, mesmo que ninguém esteja cobrando. Mas acabamos entrando numa outra concepção que tem sido usada para propagar as ideias excessivamente permissivas: O que é certo e o que é errado?

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Filho de peixe peixinho é. E se não for?

O importante é não forçarmos nossas crianças a nada. Nem sempre porque gostamos a criança vai gostar também. 


Essa frase estava assim, em negrito, no post sobre a Primeira aula de Ballet.


Acontece que depois de meses Lara começou a desanimar do ballet, ia às aulas e não ficava, não dançava, chorava ou dormia. Cada dia uma desculpa.
Tentei entrar junto algumas vezes, prometi o vestido de bailarina (do festival) e etc.. Até que me dei conta desse meu primeiro post: não sou eu que sempre defendo a ideia de que nossos filhos não devem ser o que queremos que eles sejam, mas sim o que eles querem ser? Então... e será que eu não estava forçando só porque EU gosto?

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Rotina na alimentação infantil




Muitos pais me perguntam como eles devem agir para que seu filho(a) se alimente de forma saudável.

Então, separei 4 importantes dicas de como podemos estabelecer uma rotina alimentar infantil. 💡



segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Comida Japonesa na gestação


Para as mamãezinhas que amam esse cardápio e estão sofrendo com esse dilema na gestação, porque alguns dizem insistentemente não poder, fiquem tranquilas. Como tudo, nada é totalmente proibido.

A questão que assusta muitas pessoas em comer comida crua (em geral) na gravidez é a possibilidade de fácil contaminação, logo, se você não é acostumada a comer e nem conhece o local, seria mesmo bom evitar.

Destaque do dia

Ser mãe

Receba novas postagens por e-mail!

Posts Recentes

Já Curtiu Jovens Mães no Facebook?