sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Gestante e Lactante podem tomar cerveja?

Gente, que polêmica né? Vi a foto de uma mãe amamentando ao mesmo tempo que bebia e os comentários às vezes foram bem cruéis.

Apesar das pesquisas e demonstrações de que mesmo em coma alcoólico o bebe só receberia 0,04% de álcool pelo leite, ainda há quem reprima fortemente.

Contudo, acredito que cada mãe sabe das melhores escolhas e dos hábitos que tem, não podemos nos privar de ser quem somos por causa da maternidade, já expliquei nesse post AQUI sobre o que "passa" ou não para o leite e porquê. Vale a leitura.

Quanto à bebida alcoólica, o tema vai além, ele enquadra-se em um contexto social, onde a mãe é vista como total responsável pelos filhos e onde ela deve abdicar-se de SER para SERVIR.


Claro que a maternidade nos traz isso e acho lindo, me dediquei por uns meses à maternidade exclusiva e achei maravilhoso, porém, não podemos fazer isso porque a sociedade nos impõe para fazer, devemos fazer porque queremos, porque nos sentimos bem e porque aquela escolha é NOSSA como MULHER.

Não critiquem as mães que fazem isso, com certeza elas já se culpam o suficiente, já pensaram mil vezes e já controlaram toda a alimentação para se dar ao prazer de ter aquele momento.

Tambám não estão te dizendo para que beba, apenas para que compreenda que se te faz bem como MULHER, também te fará bem como mãe.

Se você repudia de qualquer forma, homem, mulher, mãe, pai bebendo, tudo bem. É uma opção muito válida e muito corajosa  e nobre de quem o faz por decisão própria.

Mas não vamos julgar, não sabemos o que cada família passa e cada história que tem.

Apenas vamos absorver a informação de que tudo bem, a criança não vai ser alcolizada e nem sentir os efeitos daquilo (assim como as cólicas não se relacionam só com o que a mãe come - vale a pena a leitura do texto acima).

E por aí? Abdicaram de muitas coisas durante a gestação e amamentação? Por escolhas pessoais ou por influências sociais? Como foi?

Nos conta, a troca de experiência é a melhor forma de construir uma maternidade mais leve e saudável.

PS: esse texto não se contextualiza em caso de mães acoólotras, apenas refere-se aquela cerveja (normamalmente única) de domingo. Não incentivamos. Apenas passamos informações de forma a terem uma maternidade leve e sem culpas.



Sigam nas redes sociais:
Facebook - Jovens Mães
Instagran - @jovensmaesblog pessoal @bruna_bronzato


3 comentários:

  1. Oi Bruna

    eu acredito que, a gestação e a amamentação não são eternas, então acredito que não fará mal nos privar por algum tempo de certas coisas. Eu posso não me manifestar mas eu sou totalmente contra bebida e cigarro numa dessas duas fase.
    sei que não foi falado sobre o cigarro mas acho q ele é ainda mais difícil de abdicar por um tempo.,
    Cada um age ou deixa de agir de acordo com o que acredita, eu respeito msm que n entenda mts das vezes!
    Enfim, eu não faria, mas não condeno quem faça
    (sinceramente, talvez condene no meu pensamento hehehehe mas jamais exporia essa minha opinião)

    Bjooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. adorei seu post..
    eu não bebo mais tem gente que bebe fazer oq né bjsss da uma passadinha no meu cantinho bjsss
    http://cantaalegremente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu não bebia em nenhuma das duas fases. Sempre ouvi os mais velhos falarem que bebidas alcoólicas afetava o desenvolvimento do bebê, tanto na gestação, como na amamentação. Nunca pesquisei, mas preferi não arriscar, confesso que criticava quem fazia isso, principalmente na gestação.

    ResponderExcluir

Sua opinião é sempre importante! Deixe seu comentario e seu link que contribuiremos a visita de todos com prazer :)
Obrigada pela visita! *-*
Beijos

Destaque do dia

Ser mãe

Receba novas postagens por e-mail!

Posts Recentes

Já Curtiu Jovens Mães no Facebook?