quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Via de Nascimento x Parto

Sempre vejo polêmicas do tipo: Cesárea x Parto Normal.
Ocorre que os problemas de nomenclatura fazem algumas mulheres acharem que por terem tido cesariana são desmeceridas em relação ao nascimento do filho.
Porém, o correto a se dizer é via de Nascimento: normal ou Cesárea?
Já que na nomenclatura médica via vaginal é parto, cesariana é cirurgia. Independente de eletiva ou de emergência continua sendo uma cirurgia (do ponto de vista médico).
Isso não faz nenhuma mulher menos mãe. Eu gostaria, de coração, que essa discussão nem existisse.
Não há mal nenhum em ter uma via de nascimento por parto ou cirurgia, por escolha ou não.  Mas saber a diferença de cada um deles, evita constrangimentos pessoais desnecessários.

Parto para muitas mães é o momento de nascimento do filho independente da via de nascimento. Parto para os profissionais da saúde é quando o bebê passa pela vagina.

PARTO NORMAL:
Parto tem muitos significados emocionais. Significa a passagem de mulher para mãe. Toda aquela bomba de ocitocina que recebemos parindo é um rito de passagem, uma porta, uma ponte da mulher para mãe. É um momento de extrema conexão com o próprio corpo, é onde bebê e mãe se tocam internamente, já que até então o bebê estava envolto na bolsa. Existe uma profunda conexão no parto. É mãe e bebê trabalhando juntos, de mãos dadas, a cada puxo, a cada força, a cada onda o bebê vai se preparando para nascer. Ele sabe que vai nascer. Vai passando por aquele canal estreito, mas muito acolhedor, como um abraço, um adeus ao conforto intra uterino, um abraço caloroso e apertado. E aos poucos o bebê vai entendendo que ali ele não vai ficar mais.

E quando ele nasce, ele vai para os peitos da mãe, para os braços e abraços, o seio da mãe o conforta, alimenta, e o lembra da conexão intrauterina. Aquela bomba de ocitocina ainda existe e ela dá aquela extrema satisfação pós parto, aquele amor nunca experimentado antes, daquele bebê mais lindo do mundo, a ocitocina faz isso. Você passa amar demais aquela bolinha de pele, o marido passa a ser extremamente agradável, dá vontade de beijar beijar e beijar, beijar o bebê, os filhos, o marido, as paredes. Vem o sentimento de gratidão por Deus, por ter proporcionado a você aquele sentimento maravilhoso. A dor vai embora, fica apenas a sensação que algo passou por ali.

CESÁREA:
...Já na cesárea não passamos por isso. A bomba de ocitocina não acontece. Há uma bomba de adrenalina, o medo vai aumentando a cada instante, a cada porta que a maca passa. Deita assim, levanta, picada nas contas, deita, "sente isso?" dizem para ver se a anestesia funcionou , abre os braços, picadinha na veia, olha pro lado, olha pro outro, o marido chega, ufa, um olhar conhecido, pano na cara, incomodos na barriga, meche pra cá, pra lá, e você não sabe se já te cortou ou se não cortou, aqueles minutos são eternos, chamam o pai, ele levanta olha, chora, e você não vê nada, de canto de olho vê seu bebê indo ao berço aquecido e assiste tudo de longe. O bebê que estava lá aquecidinho ve derrepente sem seu liquido, alguém o puxa, mãos enluvadas e frias, um empurrãozinho na barriga e um puxão na cabeça, pegam ele pelas pernas e o deixam de ponta cabeça, um tapa na bunda pra chorar, e o colocam naquele berço duro e largo.A enfermeira entra na frente, não consegue ver mais, que aflição. Trazem o bebe pra você, já enroladinho de touquinha. Encostam ele no seu rosto e você não sabe se chora de tanta felicidade ou de tristeza, aquele rostinho quente não te basta, você quer pegar no colo, aninhar, beijar, e ficar grudados, mas não pode. Levam o bebê e o pai sai para acompanhar, você está sozinha de novo, todos profissionais conversam de assuntos diversos e você louca para sair de lá. Vontade de sair correndo e gritar: " Calem a boca!Meu bebê nasceu! Eu nasci como mãe! Quero pegar meu filho!!!!". Mas você tenta manter a calma e descansar um pouco.
Sai da sala de cirurgia e entra em outra, junto com outras mães que esperam ansiosamente rever seus bebês. Alguns bebês vem visitar suas mães, e você quer o seu, suplica internamente pelo seu. E as pernas não mechem, começa dar calafrios e você não sabe se é a anestesia saindo ou se é medo mesmo, se é o corpo dando um jeito de fugir dali. Quando o bebê vem, você tenta ajeitar seu corpo para recebê-lo mas o corpo não vem, você está anestesiada. Mas otimismo! Ninguém vai tirar ele de você agora, mas você não se recuperou totalmente e não consegue estar inteira pelo seu filho e se decepciona consigo mesma. Vai pro quarto feliz da vida, agora sim vou cuidar do meu filho. Mas o pesadelo não acabou porque a anestesia se foi e veio a dor. Levantar para pegar o bebê dói, se ajeitar dói, ficar em pé dói. E de novo você não consegue estar inteira por ele. Mas otimismo! Seu filho, seu bem mais precioso nasceu. E você precisa superar, e a gente supera, a gente fica toda rasgada por dentro, com apoio dos familiares, do marido, a gente vai se remendando.

(Texto escrito baseado nas experiências das autoras, Aline e Bruna e relatos de várias mães)

E é por isso que muitas mulheres teimam que cesárea não é parto. Pois parto para elas significam muito mais que nascer o filho. E muitas mães que passaram pela cesárea teimam que é parto. Acho uma discussão fútil, que apenas leva as mães serem inimigas uma das outras.

Contudo, temos o dever de informação, e tivemos autorização para publicar uma super explicação de uma mãe que nos acompanha, esclarecendo em um grupo do Facebook para mais de 34 mil mães que estão em busca de parir no Brasil, sobre essas diferenças (Se começar a ler e a via de nascimento do seu filho foi cesárea, por favor, leia o final do post):
O texto surgiu de uma discussão sobre esses termos que muita gente ainda não aceita dizer que CESÁREA NÃO É PARTO, e que quem teve apenas Cesárea nunca Pariu, nesse caso nunca teve um PARTO, óbvio! Igualmente, quem sempre teve Partos nunca teve uma Cesárea... Uma coisa é bem diferente da outra, porém as duas são vias de nascimento. Uma de forma Natural e a outra uma Cirurgia.
A Palavra PARTO e PARIR são as mesmas palavras e tem os mesmos significados, a diferença é que PARTO é um substantivo (nome) e PARIR é um verbo (ação).... E o significado real de ambas palavras todos nós já sabemos.... PARIR é o ato (ato é ação) que nosso corpo faz de expulsar o bebê do nosso útero de forma Natural... e PARTO é o "nome" dessa ação que ocorreu com nosso corpo...
Nesse sentido real da palavra NÃO podemos apenas DIZER que CESÁREA É UM PARTO.... Sabemos que CESÁREA também é uma via de Nascimento cirúrgica e que tem que ser usada apenas para casos emergenciais...
No entanto, Mães que não puderam Parir seus filhos, mães que tiveram seus Partos roubados, mães que acreditaram que seria possível ter seu tão desejado Parto e por "N" motivos não tiveram... Não se "escondam" atrás da palavra "PARTO Cesárea" para amenizar suas dores... Se por ventura sentiram todas as dores do TP, passaram pelo vale da sombra da morte, e mesmo assim seus bebês tiveram que nascer através de uma Cirurgia em que são cortadas 7 camadas do nosso corpo, a qual à chamamos de CESÁREA...
Por Favor não à chame de PARTO, pelo verdadeiro SIGNIFICADO da palavra e PELO o que muitas mães Lutam, mesmo que muitas não poderão mais Parir algum filho, mas se estão aqui é pra continuar à luta por Todas, e por nossa geração.... NÃO SE MAGOE POR ISSO... Apenas aceite que PARTO é PARIR e Cesárea é CIRURGIA... 
Meu Primeiro Filho Nasceu de uma Cesárea, (o médico o retirou e entregou à mim). Meu Segundo nasceu num Parto Natural (meu corpo trabalhou sozinho e expulsou meu bebê para fora). Ambos Nasceram de Mim de formas distintas... Os amo igualmente... 
[Explicação][Porque se Nomeiam Cesárea Como Parto] 
No Brasil, na nossa linguagem, costumamos substituir palavras por outras, às vezes de forma natural, (na gramática da língua portuguesa chamamos-as de Figuras de Linguagem)..... 
Hoje em dia tornou-se "natural" utilizarem a palavra PARTO como se ela significasse "Via de Nascimento"... Isso pra se ter um efeito mais... digamos, "mais natural", acho que muitos médicos cesaristas o utilizam também como um gatilho mental, para que as mães não se sintam "menos mãe" por isso.... 
Esse ato de substituirmos uma palavra por outra com sentido de AMENIZAR, suavizar o efeito de "dor" do real e verdadeiro sentido da palavra é chamado de EUFEMISMO (isso é uma figura de linguagem) ex: [O fulano Partiu dessa pra melhor] ao invés de dizer [O fulano Morreu]  
O PARTO CESÁREA... ao invés de dizermos A CIRURGIA CESÁREA... Muitas se sentem desconfortáveis em utilizar a palavra "cirurgia" para uma via de Nascimento.. Pois pra muitos parece soar estranho, pesado, algo que deveria ser tão natural como o nascimento... Então utilizam-se a palavra que vem de uma fisiologia natural como "Parto" para algo que não deve nunca ser visto como Natural.
  • Vamos complicar um pouco mais na gramática?
Na Frase [Cesárea é um Parto] temos uma METÁFORA (outra figura de linguagem) que exprime uma "comparação" de forma direta sem utilizarmos o pronome "como"ex: "Cesárea é um Parto" ao invés de dizermos "Cesárea é como um Parto" . Nesse sentido compara-se PARTO ao NASCIMENTO. 
Nós sabemos que a única Via Natural de Nascimento é o Parto, é o Parir o bebê, é o corpo trabalhar de forma involuntária e expelir naturalmente e de forma fisiológica o que já não pertence ao nosso corpo. Foi a única opção que Deus deixou pra procriação da humanidade. 
Mas graças à Deus também tivemos o intelecto humano, foi Ele que nos deu a inteligência também... E com a inteligência e evolução humana veio a Medicina e a Ciência que juntas estão em constante evolução e descobertas para meios de salvar Vidas... 
A Medicina serve para Salvar Vidas que estejam em Risco. 
Enfim... Com toda essa evolução da Medicina veio a CESÁREA que é uma CIRURGIA como qualquer outra que precise abrir as pessoas para Salvá-las, e tornou-se uma Via de Nascimento ALTERNATIVA. 
No entanto, infelizmente, não é o que vimos ultimamente... Ao chamarmos a Cesárea de Parto estamos banalizando a Via de Nascimento Natural... 
O grande índice de cesariana nos mostra que tornou-se comum pela forma banal a qual é feita, sem indicação real para tal, e assim estão querendo nomear uma Cirurgia de grande Porte em algo Natural como PARTO... E CIRURGIA nunca vai ser Natural.... Ninguém quer ser cortado pra descobrir que doença que tem.  
Diante desses Fatos devemos nos CONSCIENTIZAR e PARAR de Chamar CESÁREA de PARTO, ainda somos uma minoria... Mas se nós, que somos tão poucos ainda, continuarmos dizendo que CESÁREA É PARTO, nós nunca iremos mudar a história de nascimento que por uma vez fora Natural... Nunca teremos nossos Partos Respeitados pelos médicos, porque eles mesmo nos indica outro tipo de "Parto" e nos faz acreditar que "Parimos".... Cesárea é uma Via de Nascimento Cirúrgica." 
Débora Viana

Parto é rito de passagem, mas dura horas. Maternidade é para sempre. E para passarmos pela maternidade BEM, precisamos de apoio uma das outras. Menos discussão e mais: "Eu te entendo, vem comer um bolo e vamos falar mais das nossas dificuldades".

Ps: Foi extremamente dolorido relatar a cesárea, a cada palavra escrita eu era "teletransportada" da frente do notebook e ia parar na sala de cirurgia, e a cada palavra eu lembrava de mais uma coisa desconfortável, então decidi não relatar tudo porque dói muito. (Aline Viana)

O que quisemos mostrar, é que por mais dolorido que seja, não precisamos nos esconder e nos envergonhar de ter tido uma cirurgia como via de nascimento, porque não é qualquer uma que aguenta (vocês leram dois relatos distintos), não tem comparação das dores que a cirurgia traz. Então você que passou por ela também é uma mãe e tanto! Apenas estamos mostrando que podemos lutar para que outras mães tenham a melhor via para elas e seus bebês, da forma mais respeitosa e natural possível <3 

Estamos juntas, sempre!


Esse post foi feito em conjunto por:
 Aline Viana (do Canal Seis de Sete), 
Débora Vianna (do blog Administrando meu Lar e
 Bruna Francine (autora do blog @jovensmaesblog)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é sempre importante! Deixe seu comentario e seu link que contribuiremos a visita de todos com prazer :)
Obrigada pela visita! *-*
Beijos

Destaque do dia

Ser mãe

Receba novas postagens por e-mail!

Posts Recentes

Já Curtiu Jovens Mães no Facebook?