Pular para o conteúdo principal

Festa despedida. Marido foi para Irlanda!

Fim de semana passado a viagem de anos de sonhos e meses de planejamento finalmente aconteceu. Eu queria despedir dele de uma forma diferente com todas pessoas que ele mais gosta e conversa. São poucas pessoas então foi fácil rs.
Primeiro pensei na decoração e pensei na bandeira da Irlanda que é fácil. São listras de três cores e isso facilitou muito haha.
Fiz bandeirinhas para colocar na parede e outras para colocar nos cupcakes com papel cartão.



Comprei papel couché (acho, mais fino que cartolina) que era o único que tinha as cores do jeito que eu queria, para fazer o painel.
Comprei 3 cores de Tnt cada uma com 1 metro que juntas dava o tamanho de duas mesas.
Eu tinha garrafa de suco de uva de vidro e serviu de enfeite na mesa com palitos de balão dentro.
Depois pensei na comida e pensei em fazer cupcakes com glasse colorido para colocar na mesa com as bandeirinhas.

Pesquisei na internet comidas típicas Irlandesas e escolhi o café da manhã Irlandes que era o que eu conseguiria encontrar aqui na minha região.
O café da manhã típico de lá é linguiça assada, chourisso(linguiça de sangue, esse não fiz), feijão, bacon e ovo.
Eles gostam bastante de purê de batata então como eu ia fazer um café da manhã/almoço eu fiz também.

Claro que ficou "abrasileirado" porque usamos nossos temperos, mas foi muito divertido.

Ele gostou muito e eu mais ainda por ele ter gostado.









Comentários

  1. Que legal, ele deve ter se sentido mega especial hein?!
    Ele vai passar mt tempo?
    Meu sonho é conhecer Londres...quem sabe um dia!

    Bjooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai apenas 1 mês Fer, ah meu sonho também, fazer um tour pela Europa. Quem sabe daqui 10 anos!
      kkkk
      beijos

      Excluir

Postar um comentário

Sua opinião é sempre importante! Deixe seu comentario e seu link que contribuiremos a visita de todos com prazer :)
Obrigada pela visita! *-*
Beijos

Postagens mais visitadas deste blog

Porque o Chá de calcinha (ou Chá de Desfralde) é uma bobagem

Babaquisse sem limites ☝
Chá de calcinha ou chá de desfralde é a nova moda de agora. (recebemos os prints que compõem o post e resolvemos escrever sobre isso.)



Estamos criando uma sociedade fast, tudo tem que ser feito rápido, tudo tem prazo de validade e tempo cronometrado. É o mais novo/velho discurso: Quanto mais cedo melhor. A geração Alpha. Sim queridos amigos, quem tem a minha idade já ouviu sobre a geração x,y e z. Mas estamos na geração Alpha, a dos mais inteligentes mas também dos maiores casos de TDAH. A geração da tecnologia, a geração youtube, a geração FAST, a geração que não sabe esperar, que não entende uma palma da mão estendida, mas entende muito bem um quadrado vermelho com um play branco no meio.
Nossos filhos nascidos depois de 2010, os alphas: Tem idade certa para bater palmas, para andar, para falar, para ser alfabetizado, idade para desfralde. Com certeza você já deve ter passado por uma dessas pressões e ter sentindo enorme frustração por não se encaixar no pa…

Era só pedir...

Esse fim de seamana me deparei com esses quadrinhos mega realistas. Foi traduzido do francês pela Bandeira Negra.
Post Original da Bandeira Negra.
Post Original da Emma em francês.




O que aprendi com a fórmula infantil

Por Camila Teles,mãe da Beatriz, nutricionista.
"Beatriz está com 2 meses, a cerca de uma semana estava irritadiça e chorona a tardezinha, nada a satisfazia, e queria mamar de meia em meia hora. Também não estava dormindo bem a noite, ficava muito agitada e "resmungando" durante o sono.
Então, na consulta de rotina com a pediatra relatei esse ocorrido.
Eu já sentia e sabia o que estava por vir, talvez por ser nutricionista, talvez por um instinto maternal, mas antes de tomar a decisão final quis ouvir a opinião da pediatra.
E aí ela me pergunta: você sente suas mamas ficarem cheias?
Eu respondi: não sinto mais
Pronto, ali tive a confirmação de que era realidade aquilo que eu tinha certeza por ser nutricionista, mas não queria acreditar por ser mãe.
Em seguida a pediatra disse que iria avaliar a Bia pra ver o que faríamos e pra minha infelicidade ela havia perdido peso de duas semanas pra cá (não quis a pesar em casa nessa semana pois já imaginava isso).
Enfim a pediatr…