Siga-nos você também!

📖❤Como sobreviver à maternidade(um guia prático e sobrevivencia de 0 a 5 anos) PARTE 2.❤📖

Continuação do post Como sobreviver à maternidade(um guia prático e sobrevivencia de 0 a 5 anos) PARTE 1.

12 a 24 meses:

O extremo da fofurisse, o primeiro aninho. Essa fase que andam meio bobinhos ainda, acham graça de tudo e começa soltar as primeiras palavrinhas. As vezes você pode pegá-los brincando sosinhos por alguns minutos e ficar lá na espreita morrendo de amores. Mas também é a fase de explorar tudo, o próprio corpo e o ambiente. Eles podem mecher no lixo, desenrolar todo papel higiênico, derrubar coisas no chão para ver o que acontece, testar o limite do amor dos pais, tentar entrar em lugares apertados e ficar presos, subir em cima de cadeira, cama, banco, tentam descer escadas, tombos são frequentes. Ã‰ a fase que os pais passam por mini infartos diários! 

É a fase que se você ouvir um "TUM" mesmo que não esteja com seu filho seu coração gela achando que foi o filho que bateu a cabeça.

O cérebro está a mil aprendendo tudo que acontece ao seu redor e começam imitar os pais. Eles podem olhar para você, apontar o dedinho e dizer "NÃO" firme, assim como você faz com eles.
Se você tratá-los bem com muito amor será assim que eles tratarão os outros. Você irá se surpreender com a capacidade de amar o próximo que eles tem nessa fase, amar os animais, flores, irmãos, pedrinhas, bebês, bonecos e coisas que você nunca pensou que eles seriam carinhosos com elas, eles são.

Escada, desafio perfeito.
O que será que acontece que acaba tanto esses lenços?
Eles são autonomos mas não independentes, fazem bastante coisa sosinhos e precisam dos pais para bastante coisa também. Falam poucas palavras e por isso ainda choram bastante sempre que precisam de ajuda. E por explorarem muito o dia todo vão precisar de muita ajuda, ou seja, terá muito choro.

Sapatos ao contrário rs
A dica é deixar o ambiente fácil para explorarem, retirar objetos pontiagudos do alcance deles e não comprar um sofá ou conjunto de cadeira novos porque eles vão sujar! Deixe-os livre para aprender com os próprios erros, eles não são de vidro, machucados se curam rápido e as quedas ainda não são perigosas, o corpinho ainda é bem cartilaginoso, próprio para a idade das pequenas aventuras.

Na hora de comer deixem explorarem a comida, vão amassar com os dedinhos, derrubar no chão, mas essa fase passa rápido como a velocidade da luz, logo não sujarão mais a cozinha inteira na hora da refeição.
Comendo ou fazendo bagunça, ou os dois?

Os brinquedos ainda não cumprem sua função. Exemplo: Carrinho nem sempre será usado como carrinho, eles podem tentar desmontá-lo, mecher nas rodinhas, colocar em um buraco. Compre brinquedos dificeis de quebrar como os de madeira e evite deixar muitos brinquedos ao alcançe, eles vão bagunçar tudo e se irritar com toda aquela informação depois.

Leia muitos livros, com ilustrações e curtos, você vai se admirar com eles pegando os livros sosinhos, folheando e até lendo (na linguagem deles, claro!).

Não se pressionem! Para seu filho aprender a falar logo ou que a concentração dele é muito curta ou que não te obedece. Eles ainda são bebês, não entendem muita coisa e vivem no mundinho deles ainda. Se seu cérebro estivesse trabalhando tanto quanto os deles você provavelmente não prestaria atenção em muita coisa ao seu redor também. Eles não pirraçam nem fazem nada de propósito.

O lema é seguir as necessidades básicas: ALIMENTAÇÃO, SONO, HIGIENE e ORDEM. Tá com fome? tá com sono? ta sujinho? tá fora do ambiente de costume? Caso alguma dessas necessidades esteja comprometida, não espere do seu bebê nada além de choro e irritação. Se as quatro estiverem ok o bebê estará tranquilo. Isso vale até para nós adultos não é?

Comentários

Mais vistas...

Porque o Chá de calcinha (ou Chá de Desfralde) é uma bobagem

Frustração na amamentação, você passou por isso?

Já Curtiu Jovens Mães no Facebook?

Loucuras e realidades da maternidade. Siga a gente no Instagram!

Blogs que sigo