Pular para o conteúdo principal

E se eu quiser ter sonhos?

Não posso porque sou mãe?


Quando me vejo correndo atrás dos meus sonhos pessoais e tento conciliar com a maternidade, parece que sou um bicho de outro mundo que não seguiu o "caminho que deveria", que é lógico pra quem é mãe: largar tudo pra ficar com os filhos.
Mas gente, acham mesmo que largar tudo é fazê-lo pelos filhos?
Óbvio que eu queria estar muito mais tempo com a Lara. Com certeza! Acredito que seria até mais fácil, visto a vida corrida, desgastante que tenho. Mas e aí? Três anos depois que ela nasceu o que eu seria? Ainda apenas mãe?
Não é mais gratificante eu ser mãe com a aprovação na primeira fase da OAB, fim da faculdade de Direito, mais madura, com novos conhecimentos de mundo e pessoas, blogueira, e tudo mais?
Não posso negar que eu adoraria MESMO ter ficado mais tempo com ela, mas aí paro e vejo que tem MUITAS mãe que ficam o tempo todo com a criança mas a criança está lá, na frente de uma TV o tempo todo.
É isso mesmo que é ser mãe? Estar em casa cuidando da casa e das crinaças porque a sociedade diz que tem que ser?
Não foi o caminho que escolhi para mim, escolhi ser uma mãe diplomada, e isso é difícil, alguns veem como largar os filhos, outros veem como guerreira. Mas eu vejo apenas como algo natural de quem tem sonhos: correr atrás deles, mas JAMAIS deixar de lado as coisas boas por causa deles.
Nessa jornada aprendi a tapar ouvidos, fechar os olhos, cruzar os braços para muitas coisas, pessoas e comentários, aprendi a confiar em mim mesma, não só como mulher, mas como mãe. Busquei ser cada vez mais presente, e hoje me orgulho de ser a "mamãe fofinha" da Lara, que ela tem orgulho de dizer para todo mundo, consegui isso lutando pelos meus sonhos, POR ela e COM ela.
Vou chegar longe, porque sou Jovem e Mãe, sou menina, sou mulher, sou mãe da Lara, à espera do Lucca, mas com a vida inteira para viver, não só POR eles como dizem que tem que ser, mas COM eles. É isso que escolhi, viver tudo que puder viver, fazer tudo que puder fazer, incluindo os filhos sempre. Buscando os sonhos sempre. Pois tenho certeza que é o que eles esperam de mim, desde que ao chegar eu esteja a dispor deles para brincar de esconde esconde, cabaninha, contar e ouvir histórias. 

E isso me completa! 




Comentários

  1. Que texto lindo,super me identifiquei!
    Muitas pessoas acham e julgam que a mãe deve parar a carreira e os estudos para cuidar dos filhos,e não concordo com isso.
    Se a mãe quer ficar em casa que fique,a mãe quer trabalhar e se formar que faça! Sem julgamentos ou perguntas.
    Beijo
    http://www.simplesedoce.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem julgamentos e perguntas! Completou bem o texto. Obrigada!!

      Beijos.

      Excluir
  2. É isso aí Bru, eu super te admiro. Queria ter essa força de vontade, essa disciplina, coragem, e todas essas qualidades que você têm. Quando crescer quero ser igual a vc rs. Super bj p Mamãe fofinha, p boneca da tia e o príncipe que está chegando!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua opinião é sempre importante! Deixe seu comentario e seu link que contribuiremos a visita de todos com prazer :)
Obrigada pela visita! *-*
Beijos

Posts Recentes

Postagens mais visitadas deste blog

Porque o Chá de calcinha (ou Chá de Desfralde) é uma bobagem

Babaquisse sem limites ☝
Chá de calcinha ou chá de desfralde é a nova moda de agora. (recebemos os prints que compõem o post e resolvemos escrever sobre isso.)



Estamos criando uma sociedade fast, tudo tem que ser feito rápido, tudo tem prazo de validade e tempo cronometrado. É o mais novo/velho discurso: Quanto mais cedo melhor. A geração Alpha. Sim queridos amigos, quem tem a minha idade já ouviu sobre a geração x,y e z. Mas estamos na geração Alpha, a dos mais inteligentes mas também dos maiores casos de TDAH. A geração da tecnologia, a geração youtube, a geração FAST, a geração que não sabe esperar, que não entende uma palma da mão estendida, mas entende muito bem um quadrado vermelho com um play branco no meio.
Nossos filhos nascidos depois de 2010, os alphas: Tem idade certa para bater palmas, para andar, para falar, para ser alfabetizado, idade para desfralde. Com certeza você já deve ter passado por uma dessas pressões e ter sentindo enorme frustração por não se encaixar no pa…

Era só pedir...

Esse fim de seamana me deparei com esses quadrinhos mega realistas. Foi traduzido do francês pela Bandeira Negra.
Post Original da Bandeira Negra.
Post Original da Emma em francês.




TAG - Eu NUNCA

Por ideia da minha xará Bruna do Blog Maternices vou responder a TAG de coisas que nunca fiz ou nunca aconteceram comigo. Vamos a dez respostas.

No fim indicarei alguns blogs que gosto muito para responder a TAG também.



Eu NUNCA fumei;
Eu NUNCA pintei meu cabelo de roxo (eu ainda morro de vontade);
Eu NUNCA pintei as unhas de preto (sabe que eu nunca tinha me dado conta disso?!)
Eu NUNCA terminei de ler "O mundo de Sofia" (estou lendo ele desde o terceiro colegial - vulgo 4 anos)
Eu NUNCA parei pra pensar as coisas que eu NUNCA fiz (parei agora - foi difícil, viu?! rsrs)
Eu NUNCA dormi descoberta (mesmo no calor de 33 graus - tenho medo.)
Eu NUNCA acampei (sempre quis)
Eu NUNCA fiquei engessada (mas sempre quis só pra escreverem no meu gesso. rsrs)
Eu NUNCA vou deixar de dormir sem cobrir
Eu NUNCA assisti a um jogo de vôlei ao vivo (ainda quero)

Blogs que sigo e indico para responder a TAG:
Mitos, Rock & outras Filosofias
O Blog Que Não é Blog
Casal Be&Be
Casa Dreans
Carol NM
Lusita…