Pular para o conteúdo principal

Porque é tão difícil escolher o parto que queremos?

Que mãe nunca sonhou com um parto natural daqueles lindos que a criança nasce e vem para os nossos braços com tanto amor?
Aqueles partos com o pai apoiando, uma equipe que dá apoio, quando entendemos o que está acontecendo.. Aquele determinado momento que nos desligamos do mundo e podemos fazer isso porque sabemos que a equipe que apoia permitirá isso, sem tentar intervir no NOSSO momento.., Tão lindo! Ah que sonho!


Mas aí na real ou você acaba fazendo uma cesárea porque dizem que você não terá dilatação (pura baboseira), ou porque o cordão está enrolado (praticamente todos os bebês nascem com o cordão enrolado no pescoço), ou milhares de outras desculpas; e você é mãe de primeira viagem (ou até mesmo de segunda) e não vai discutir com o médico né? Você está em um momento frágil, você tem medos, só quer ver seu filho bem no seu colo. Então fazer o que, eu não consegui ter um Parto Natural...

Ou se conseguiu, foi tão cheio de violências que o próximo você não quer nem tentar (e não tiro sua razão, se eu tivesse sofrido metade do que dizem por aí eu também morreria de medo). Gritaram com você, te deram soro, analgesia farmacológica que te fez perder a noção das horas de fazer força, epsio, manobra de Kristller (já julgada proibida pelo STF), entre outros sofrimentos. E ainda, quando seu bebê nasceu você ficou lá, a mercê, esperando ansiosamente quando pudesse logo tê-lo nos braços.

Fico me perguntando porque isso? Por que tem que ser assim? Que nível chegamos numa sociedade em que o desrespeito à mulher é natural e aceitamos isso (porque eles estudaram para isso, né?).

Não encontro respostas, gostaria de poder mudar isso de vez, mas tenho visto que tem mudado aos poucos, tem aumentado.. Apesar de termos que dispor de um certo dinheiro pra se ter respeito (e ainda assim não é garantia de respeito total).

Por que? Por que tem que ser assim?

Eu só queria uma resposta...

Estou em busca do meu segundo parto, dessa vez como descrito no primeiro parágrafo, e parece que estou lutando contra uma maré inteira pra conseguir o que deveria ser tão natural...

Eu vou conseguir, sim eu vou... Mas por que tem que ser assim?


#desabafo

Comentários

  1. Se Deus quiser vc vai conseguir um parto natural maravilhoso, sem intervenção alguma. Meu primeiro parto foi pela rede privada, apesar de ser um PN foi cheio de intervenções, sem a devida atenção, cheio de traumas. Já o da Mariana, rede pública, posso dizer que foi um parto MARAVILHOSO, sem intervenções, recebemos atenção devida! Queria que todas gravidinhas pudesse ter um parto assim, quem sabe futuramente, o número de partos humanizados estão crescendo, lentamente, mas estão. Bjs e bom parto desde já!

    ResponderExcluir
  2. Triste a realidade cultural e obstétrica do meu Brasil!
    Minha cunhada teve que abandonar o plano de saúde com 5 meses e foi pro sus, onde conseguiu parir seu segundo filho (a primeira foi cesaria) por parto totalmente natural numa maternidade pública que dava de 10 a zero em mtas particulares!
    Se empodere, busque informações, apoios, grupos de parto natural em sua cidade e conseguirá!
    Vc é capaz de parir!

    Bjs
    esposaemamae.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua opinião é sempre importante! Deixe seu comentario e seu link que contribuiremos a visita de todos com prazer :)
Obrigada pela visita! *-*
Beijos

Posts Recentes

Postagens mais visitadas deste blog

Porque o Chá de calcinha (ou Chá de Desfralde) é uma bobagem

Babaquisse sem limites ☝
Chá de calcinha ou chá de desfralde é a nova moda de agora. (recebemos os prints que compõem o post e resolvemos escrever sobre isso.)



Estamos criando uma sociedade fast, tudo tem que ser feito rápido, tudo tem prazo de validade e tempo cronometrado. É o mais novo/velho discurso: Quanto mais cedo melhor. A geração Alpha. Sim queridos amigos, quem tem a minha idade já ouviu sobre a geração x,y e z. Mas estamos na geração Alpha, a dos mais inteligentes mas também dos maiores casos de TDAH. A geração da tecnologia, a geração youtube, a geração FAST, a geração que não sabe esperar, que não entende uma palma da mão estendida, mas entende muito bem um quadrado vermelho com um play branco no meio.
Nossos filhos nascidos depois de 2010, os alphas: Tem idade certa para bater palmas, para andar, para falar, para ser alfabetizado, idade para desfralde. Com certeza você já deve ter passado por uma dessas pressões e ter sentindo enorme frustração por não se encaixar no pa…

Era só pedir...

Esse fim de seamana me deparei com esses quadrinhos mega realistas. Foi traduzido do francês pela Bandeira Negra.
Post Original da Bandeira Negra.
Post Original da Emma em francês.




TAG - Eu NUNCA

Por ideia da minha xará Bruna do Blog Maternices vou responder a TAG de coisas que nunca fiz ou nunca aconteceram comigo. Vamos a dez respostas.

No fim indicarei alguns blogs que gosto muito para responder a TAG também.



Eu NUNCA fumei;
Eu NUNCA pintei meu cabelo de roxo (eu ainda morro de vontade);
Eu NUNCA pintei as unhas de preto (sabe que eu nunca tinha me dado conta disso?!)
Eu NUNCA terminei de ler "O mundo de Sofia" (estou lendo ele desde o terceiro colegial - vulgo 4 anos)
Eu NUNCA parei pra pensar as coisas que eu NUNCA fiz (parei agora - foi difícil, viu?! rsrs)
Eu NUNCA dormi descoberta (mesmo no calor de 33 graus - tenho medo.)
Eu NUNCA acampei (sempre quis)
Eu NUNCA fiquei engessada (mas sempre quis só pra escreverem no meu gesso. rsrs)
Eu NUNCA vou deixar de dormir sem cobrir
Eu NUNCA assisti a um jogo de vôlei ao vivo (ainda quero)

Blogs que sigo e indico para responder a TAG:
Mitos, Rock & outras Filosofias
O Blog Que Não é Blog
Casal Be&Be
Casa Dreans
Carol NM
Lusita…