Pular para o conteúdo principal

Mais uma vez eu recusei uma noite divertida com as amigas em troca de dormir cedo.

Perdi as contas de quantas sorveterias, Mc Donald’s, Starbucks, shoppings, e tantas lanchonetes e aniversários e festas, eu recusei por causa das meninas.

As minhas amigas amam sair à noite, eu já não curtia muito antes, mas lembro de antes das meninas eu saia e gostava, mesmo não aguentando madrugar e indo embora “cedo”.

Agora sem chance... Respeito muito a rotina das meninas, horário de acordar e dormir, horário de janta, almoço. Se essas coisas não forem no horário elas se tornam outras pessoas. Fome e sono tem coisa pior? Então programas noturnos não faço. Principalmente em época de aula, já que acordam 6h da manhã.

E quando saímos durante o dia respeitamos o máximo o horário da soneca também. Tem dia que não dá e fugimos um pouco, mas elas ficam cansadérrimas então já saímos pensando nos choros da volta hehe.


Quem aí passeia a noite? Como é o outro dia? As crianças ficam agitadas? Conta pra gente!

Comentários

  1. Oi Aline
    Vou te contar que hoje, com o Arthur de 2 anos e 5 meses eu saio muito mais que antes dele. Inclusive viagens, passeamos muito mais! Saímos a noite, de dia, dia de semana e finde tb...o que eu tento evitar agora são lugares mais fechado, pequenos, pq ele n para, anda pra lá e pra cá, gosta de explorar. Então eu evito restaurantes 'mais aconchegantes' hehehehe
    No outro dia ele é o mesmo, porque quando ele quer dormir, coloca a cabeça no meu ombro e dorme kkkkkkkkkkkkk
    Mas cm vc citou, vcs tem horários, então pra respeitar é preciso abrir mão mesmo...
    Mas tente não abrir mão taaaaantas vezes, nós precisamos, as crianças precisam, ver ambientes diferentes.
    Mas acima de tudo, se seu coração disser p n ir, n vá, a gente quase nunca erra ;)

    Bjoooooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa que legal! Vou tentar sair mais mesmo. Elas gostam, eu que fico exausta kkkk mas elas não dormem rápido. Geralmente ambientes ativos as deixam ativas mesmo com sono kkkk
      beijos para vcs!

      Excluir
  2. Bom dia flor, de inicio eu saia bem menos, mas nossa filha está com 2 anos e agora tentamos deixar ela com os avós e ter um tempo só pra nós e quando precisa eu saio com minhas amigas, não saio mais porque eu sou caseira...
    Beijos e uma semana de alegrias😘
    Minhas Inspirações por Sara Menezes
    INTERAÇÃO ENTRE BLOGUEIRAS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1 vez por semana deixamos com os avós para irmos na igreja, aí conversamos bastante na ida e volta. Já deixei dois dias pra viajar, mas na avó elas dormem cedo tbm kkkk. Planos noturnos só sem elas mesmo hehe.
      Beijão!

      Excluir
  3. Eu sempre levei meu filho pra passear a noite.
    Importante é ter a rotina, mas as vezes é necessário mudar.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal! As vezes é bom sim.
      Beijos Bell!

      Excluir
  4. Imagino como deve ser complicado recusar programas a noite com as amigas por causa das crianças, mas como vc já não tinha essa rotina de se divertir até tarde, talvez seja mais fácil lidar com isso. O que eu acho triste é quando a mulher se priva de se divertir por causa dos filhos, então eu sou a favor de deixar as crianças com uma babá ou um parente de confiança pelo menos um dia ao menos pra poder sair e se divertir sozinha ou com o marido/namorado, as mães merecem uma folguinha de vez em quando, haha. Vejo isso pelas minhas amigas que já são mães, elas não se privam de sair e eu amo cuidar dos bêbes delas enquanto se divertem :)
    Beijo, http://www.apenasleiteepimenta.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo Leslie! Super apoio! Somos mães mas também somos mulheres, e aquele passeio com as amigas renovam nossas energias, vale mais que psicólogo! kkkkk
      Beijos

      Excluir
  5. Sair a noite é muito raro com os dois, mas quando saímos, é ruim se for ter que acordar cedo pro Jorge Davi, mas se for no fim de semana, ele até gosta. Mas com a Mariana, ela começa logo a chorar, fica super estressada. Então quase não saímos a noite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bate aqui tay kkkk
      Logo passa essa fase, ou não hehehe. Talvez viramos vovozinhas que dormem cedo hahaha, nunca se sabe ne
      Beijos linda

      Excluir

Postar um comentário

Sua opinião é sempre importante! Deixe seu comentario e seu link que contribuiremos a visita de todos com prazer :)
Obrigada pela visita! *-*
Beijos

Postagens mais visitadas deste blog

A Polêmica do Feijão com a Beterraba!

Recebi de algumas mamães perguntas sobre um post que as mesmas leram na internet (Você Sabia que não pode cozinhar Feijão com Beterraba?), onde se dizia que não se pode cozinhar feijão juntamente com beterraba. Elas me procuraram, pois estavam preocupadas alegando que sempre fizeram isso achando que aumentariam o ferro na alimentação de seus pimpolhos, como percebi que surgiu muita dúvida sobre esse tema resolvi elaborar esse post para esclarecer uns pontos: 



✔Tanto o feijão quanto a beterraba são ótimos alimentos, portanto, a menos que você possua alguma intolerância ou simplesmente odeie esses alimentos, não os exclua de sua rotina alimentar pois eles são super nutritivos!
✔Esses dois alimentos são conhecidos por serem alimentos ricos em ferro, então porque não podemos consumi-los juntos? 

O feijão cozido com beterraba não seria um “super feijão”? 😎
Então não posso mais “comer” feijão junto com beterraba? 😱


🔝Pode! Pode! Pode! 



💡Mas vamos esclarecer: Você pode sim comer feijão junto …

O que aprendi com a fórmula infantil

Por Camila Teles,mãe da Beatriz, nutricionista.
"Beatriz está com 2 meses, a cerca de uma semana estava irritadiça e chorona a tardezinha, nada a satisfazia, e queria mamar de meia em meia hora. Também não estava dormindo bem a noite, ficava muito agitada e "resmungando" durante o sono.
Então, na consulta de rotina com a pediatra relatei esse ocorrido.
Eu já sentia e sabia o que estava por vir, talvez por ser nutricionista, talvez por um instinto maternal, mas antes de tomar a decisão final quis ouvir a opinião da pediatra.
E aí ela me pergunta: você sente suas mamas ficarem cheias?
Eu respondi: não sinto mais
Pronto, ali tive a confirmação de que era realidade aquilo que eu tinha certeza por ser nutricionista, mas não queria acreditar por ser mãe.
Em seguida a pediatra disse que iria avaliar a Bia pra ver o que faríamos e pra minha infelicidade ela havia perdido peso de duas semanas pra cá (não quis a pesar em casa nessa semana pois já imaginava isso).
Enfim a pediatr…

Postagens mais visitadas deste blog

Qual nosso valor? Qual o valor da mãe que há em você?

Estamos em crise  econômica e política. Brasil cada dia levanta mais um pouco da saia e vemos suas sujeiras.Empregos e ações caindo. Preços aumentando.

Sabemos o quanto isso é bom para os brasileiros, mas até nos recuperarmos dessa crise quem mais sofre? Quem tem filhos.

Não é fácil ser mãe e não ter dinheiro. Não poder fazer todas as vontades do filho dói demais!
Ontem eu não resisti. Foram muito dias recusando brinquedos e bolinhos no mercado. Já dei muito "não" e não consegui dar outro. Minhas filhas são extremamente compreensivas. O que dói mais ainda, porque é fácil dizer não para a criança que faz birra e se joga no chão. Mas dizer não para aqueles olhos brilhantes perguntando: "É caro mãe?" dói demais!

E eu me dei conta do meu valor como mãe. De ser forte. De ir contra meu ímpeto de comprar tudo. Porque muitas vezes não queremos criar seres consumistas mas em outras muitas vezes é por não ter dinheiro para comprar tudo que eles querem. De querer comprar tudo…