Pular para o conteúdo principal

Deixem as crianças se sujarem!

Deixem as crianças serem crianças!


Quantas e quantas vezes pensamos em ter filhos perfeitinhos? Educados, que não se sujam, não gritam, não correm.. 

Mas o que queremos afinal? Crianças ou robozinhos? 

Educar é uma das artes mais difíceis de se domar. Não há segredos, não há fórmulas. Cada criança de um jeito, cada filho com sua individualidade.
Mas o que mais funciona para ter-se crianças tranquilas, amorosas e educadas é o conhecimento próprio. Quando elas se conhecem elas não tem medo do mundo, não precisam de birra. 

E o amor! Ah! Esse é indispensável. Criança bem amada é segura, e todo o resto é consequência. :) 

Criança sendo criança





Comentários

  1. Ótima reflexão flor.


    beijos, Debi
    http://www.deborabrazil.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Bruna, adorei seu post, tudo o que falou é uma verdade, e criança amada é uma preparada para as dificuldades da vida!!! Beijos

    http://podernasmaos-podernasmaos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. O amor tudo supera!

      Obrigada.

      Beijos.

      Excluir
  3. Hoje em dia nesse mundo de tecnologia, as crianças quase nem sabem mais o que é brincar para se sujar né?? Acho que isso deveria existir e muito ainda!!!

    Te convido pra visitar o meu blog:
    Blog: http://dentrodamochila.blogspot.com.br/
    Página do Facebook: https://www.facebook.com/dentrodamochila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente. Mas por aqui tentamos fazer diferente. Sei que vale a pena!

      Obrigada. Já estou indo ver seu cantinho.

      Beijos.

      Excluir
  4. Também apoio que a criança seja ela mesma como uma criança, é super importante para o desenvolvimento de suas capacidades elaborais e além do exercício da imaginação que é super mega importante ainda mais nessa idade, eu super apoio, não tenho irmãos menores, apenas priminhos e quando cuido deles costumo deixá-los SUPER a vontade para brincarem, gritarem, berrarem kk só não deixo se machucarem mas de resto... façam tudo na minha frente, eu faço castelo com baralho, aposto corrida, jogo mil coisas com eles kk é uma graça!

    As crianças de hoje precisam mais disso e menos tecnologia como já citaram nos comentários, ainda não é uma realidade para elas experienciarem tão cedo para não prejudicar o exercício lúdico que elas precisam exercer, porque ali é o mudinho delas e não uma tela de celular ou tablet.
    Querendo ou não é um perigo, elas estão em uma fase de crescimento e assisti a uma palestra na Câmara Municipal de São Paulo e uma advogada especializada em crimes digitais muito renomada falou sobre o PESCOÇO DE TEXTO, e que forma uma calo bem na nuca, com o movimento repetido de abaixar o pescoço para olhar o celular para eles é um terror isso, eu tento evitar ao máximo pelo menos quando estou com elas, mas precisa partir dos pais.

    Eu tinha o costume de conversar com minhas amigas sobre a tecnologia atualmente bem presente na vida das crianças e fazíamos comparações com a nossa infância e uma delas falavas assim "Vou falar assim para minha filha, "Ta vendo aquela lama ali? Se joga, se suja, brinca, viva e nada de celular." HAHA sempre tive comigo essa frase porque hoje os brinquedos são meros aparelhos eletrônicos, lamentável. rs

    Refleti bastante hoje hein kk mas seu texto gera bastante discussão *-*
    Parabéns!!

    Beijocas
    casalbeebe.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito ótima sua reflexão! muuuuito obrigada! Deu-me até ideia para outro post. rsrs

      Mas super concordo com tudo o que disse.

      Obrigada mesmo!

      Grandes beijos.

      Excluir
  5. Awn acho esses posts tão fofos! Criança tem mesmo é que se sujar, brincar... sou grata a meus pais por terem me dado essa liberdade! Que saudade da infância!

    Te indiquei pra uma TAG lá no blog! www.ellenmelloblog.blogspot.com
    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou muita grata também aos meus! Como nos faz bem!

      Vou lá conferir.

      Obrigada.

      Beijos.

      Excluir
  6. Ahhh! Concordo muitooo com você!
    Vamos ver como será por aqui na prática, mas penso assim...
    Criança tem que ser criança... Amei o post *-*

    Beijinhoss!

    https://laresmeraldafeliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsrs.. é mais fácil na prática, é só deixá-las livres e serão felizes! As vezes dá trabalho, limpar é chato e etc.. Mas vale muito a pena!

      Beijos.

      Excluir
  7. A mais pura verdade, o amor deixa a criança calma e segura de si. Hoje em dia, sendo mãe, vejo o quão isso é importante na vida de um bebê.
    Hoje tem #UnhasDaSemana no blog, espero que goste!
    Beijoos e boa semana <3

    Blog | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, Carol. O amor é tudo!

      Obrigada.

      Beijos.

      Excluir
  8. Arthur tem horas que só Deus, fica super sujo, deixo ele bem a vontade, brinca de montão, depois nada que água e sabonete n tire!!!


    Bjooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk Que delícia ler isso! Muito bom criança sendo criança!

      Beijos.

      Excluir
  9. Bruna adorei o post!
    Acho super importante o contato da criança com a terra,com as brincadeiras normais do dia-a-dia.
    Meu Miguel è livre pra brincar,porem com supervisão,pois o mocinho aqui ama colocar coisinhas na boca rsrsrs
    Beijo
    http://www.simplesedoce.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ixe.. colocar coisinhas na boa é um probleminha né?! Graças a Deus por aqui não passamos por isso.

      é preciso cuidado.

      Beijos.

      Excluir

Postar um comentário

Sua opinião é sempre importante! Deixe seu comentario e seu link que contribuiremos a visita de todos com prazer :)
Obrigada pela visita! *-*
Beijos

Postagens mais visitadas deste blog

A Polêmica do Feijão com a Beterraba!

Recebi de algumas mamães perguntas sobre um post que as mesmas leram na internet (Você Sabia que não pode cozinhar Feijão com Beterraba?), onde se dizia que não se pode cozinhar feijão juntamente com beterraba. Elas me procuraram, pois estavam preocupadas alegando que sempre fizeram isso achando que aumentariam o ferro na alimentação de seus pimpolhos, como percebi que surgiu muita dúvida sobre esse tema resolvi elaborar esse post para esclarecer uns pontos: 



✔Tanto o feijão quanto a beterraba são ótimos alimentos, portanto, a menos que você possua alguma intolerância ou simplesmente odeie esses alimentos, não os exclua de sua rotina alimentar pois eles são super nutritivos!
✔Esses dois alimentos são conhecidos por serem alimentos ricos em ferro, então porque não podemos consumi-los juntos? 

O feijão cozido com beterraba não seria um “super feijão”? 😎
Então não posso mais “comer” feijão junto com beterraba? 😱


🔝Pode! Pode! Pode! 



💡Mas vamos esclarecer: Você pode sim comer feijão junto …

O que aprendi com a fórmula infantil

Por Camila Teles,mãe da Beatriz, nutricionista.
"Beatriz está com 2 meses, a cerca de uma semana estava irritadiça e chorona a tardezinha, nada a satisfazia, e queria mamar de meia em meia hora. Também não estava dormindo bem a noite, ficava muito agitada e "resmungando" durante o sono.
Então, na consulta de rotina com a pediatra relatei esse ocorrido.
Eu já sentia e sabia o que estava por vir, talvez por ser nutricionista, talvez por um instinto maternal, mas antes de tomar a decisão final quis ouvir a opinião da pediatra.
E aí ela me pergunta: você sente suas mamas ficarem cheias?
Eu respondi: não sinto mais
Pronto, ali tive a confirmação de que era realidade aquilo que eu tinha certeza por ser nutricionista, mas não queria acreditar por ser mãe.
Em seguida a pediatra disse que iria avaliar a Bia pra ver o que faríamos e pra minha infelicidade ela havia perdido peso de duas semanas pra cá (não quis a pesar em casa nessa semana pois já imaginava isso).
Enfim a pediatr…

Postagens mais visitadas deste blog

Qual nosso valor? Qual o valor da mãe que há em você?

Estamos em crise  econômica e política. Brasil cada dia levanta mais um pouco da saia e vemos suas sujeiras.Empregos e ações caindo. Preços aumentando.

Sabemos o quanto isso é bom para os brasileiros, mas até nos recuperarmos dessa crise quem mais sofre? Quem tem filhos.

Não é fácil ser mãe e não ter dinheiro. Não poder fazer todas as vontades do filho dói demais!
Ontem eu não resisti. Foram muito dias recusando brinquedos e bolinhos no mercado. Já dei muito "não" e não consegui dar outro. Minhas filhas são extremamente compreensivas. O que dói mais ainda, porque é fácil dizer não para a criança que faz birra e se joga no chão. Mas dizer não para aqueles olhos brilhantes perguntando: "É caro mãe?" dói demais!

E eu me dei conta do meu valor como mãe. De ser forte. De ir contra meu ímpeto de comprar tudo. Porque muitas vezes não queremos criar seres consumistas mas em outras muitas vezes é por não ter dinheiro para comprar tudo que eles querem. De querer comprar tudo…