Siga-nos você também!

E a juventude, como fica?

Talvez o mais difícil de encarar a maternidade tão jovem nao seja exatamente os extremos que a maternidade em si própria trás. Isso de certa forma acredito ser até produtivo em se ter menos idade, temos menos medo de errar, por não ter certeza de nada pesquisamos mais e, até mesmo por nos culpar buscamos viver cada momento intensamente. Como se fôssemos culpadas por não ser a melhor mãe do mundo.
E nessa nossa juventude vai sendo deixada naturalmente de lado. Passamos a ver o mundo de outra forma.
Mas meu intuito aqui é te mostrar que você continua sendo jovem! Claro, você não vai "soltar as frangas", mas precisa de um tempo seu. Fazer coisas que jovens gostam. Estudar. Ir atrás de sonhos. Escrever. Ouvir músicas. Todas essas pequenas coisas que te fazem ser você. Afinal, é o que você é. E acredite seu filho te ama assim. Não mude ser jeito de ser. Você pode ser a melhor mãe do mundo fazendo coisas que você gosta. Até mais do que se as deixasse de fazer. Pois aí você seria infeliz e a infelicidade é transmitida aos filhos. Eles sentem. E se você não estiver bem, pode até estar 24 horas com seu baby, mas não estará bem. O que importa de verdade é fazer de cada momento único.
Não se esqueça, você é jovem e mãe. E seu filho te ama do jeitinho que você é! Lute por seus sonhos! Não desista de nada. Seu filho terá orgulho de você!

Comentários

Mais vistas...

TAG - Eu NUNCA

Porque comer legumes e verduras na gestação (e durante a amamentação)

Porque o Chá de calcinha (ou Chá de Desfralde) é uma bobagem

Já Curtiu Jovens Mães no Facebook?

Loucuras e realidades da maternidade. Siga a gente no Instagram!

Blogs que sigo