Pular para o conteúdo principal

A confirmação da gravidez

4 semanas


De repente me peguei naquele dilema que toda adolescente um dia passou: “Menstruação atrasada!” (mesmo que o teste tenha dado negativo, muitas já passaram por isso e sentiram na pele o tal medinho). Pois bem, também passei por esse dilema e também fiz o tenebroso teste. Vamos aos acontecimentos:

Fiz meu primeiro teste de farmácia no banheiro da faculdade, que uma amiga comprou pra mim, e o teste falhou; mas eu estava tão ansiosa pra saber se estava mesmo grávida (e de alguma forma eu já tinha certeza que estava), que saí da faculdade e fui até a farmácia com essa mesma amiga só pra comprar outro teste e fazer. Foi então que veio o resultado cheio de sentimentos (alegria, medo, incerteza...): POSITIVO! Passei a pensar mil e uma coisas que mudariam em minha vida, a princípio disse: "tudo bem", mas aí ela virou e me disse: "você ainda vai chorar" e ali mesmo desabei e chorei; claro, mas também sorri, porque sabia que era uma vida que estaria sendo criada a partir de mim. De certa forma é um dom.
Levei uma semana pra contar pro papai, nesse tempo todo pensando em todas as maneiras possíveis de contar para ele, e quais seriam os melhores lugares. Fomos para Aparecida do Norte nessa mesma semana, e então em uma de nossas paradas resolvi contar para ele, nada melhor do que a viagem para a casa da Mãe para contar que eu também esperava um bebê, assim como Maria e José esperaram por Jesus(pode parecer irônico, mas independente dos acontecimentos eu também seria uma mãe).  Já estava de quatro semanas. Lara já era um ser, já tinha um coraçãozinho batendo acelerado dentro do ventre da mamãe - essa história de coração batendo dentro de mim era linda, mas confesso, me assustava um pouco.


Ps para Lara: Mamãe tinha dançado uma coreografia no dia das mães na Creche em que trabalhava sem saber que você já estava no ventre dançando junto comigo. E a música diz que “Aos olhos do Pai você é uma obra prima que Ele planejou” 

Pois é, foi difícil passar por esse misto de emoções, gostaria muito de ter tido uma gravidez planejada, como muitas mães têm; mas esse foi meu destino, esse foi o começo de uma história, espero que você que a lê a acompanhe sempre, ela não terá um fim, pois a vida é um livro que sempre será escrita e recordada. É estranho pensar na forma como tudo surgiu, mas é lindo saber que podemos conviver muito bem. Mamães que como eu tiveram esse POSITIVO, não se abalem e continuem, foi só uma forma da vida te dizer que você é capaz de cuidar muito bem de alguém, e uma oportunidade belíssima que a vida te dá todos os dias de criar um futuro melhor, pois o seu filho e os valores que colocas neles será o futuro de amanhã!

"Mães jovens são aquelas jovens de espírito para brincar com os filhos, e jovens mães são aquelas que amadurecem para cuidar deles da melhor forma possível. E isso independe de idade!"


Por: Bruna Moreli

Comentários

  1. Lindo Bruna!!! Me emocionei!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 😍❤ logo logo você conta a sua descoberta...

      Excluir
  2. ♥Parabéns Mamãe♥
    Tive que vir aqui ler esse relato!
    https://aprimeiracasaninguemesquece.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Que coisa mais linda Bru!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua opinião é sempre importante! Deixe seu comentario e seu link que contribuiremos a visita de todos com prazer :)
Obrigada pela visita! *-*
Beijos

Posts Recentes

Postagens mais visitadas deste blog

Porque o Chá de calcinha (ou Chá de Desfralde) é uma bobagem

Babaquisse sem limites ☝
Chá de calcinha ou chá de desfralde é a nova moda de agora. (recebemos os prints que compõem o post e resolvemos escrever sobre isso.)



Estamos criando uma sociedade fast, tudo tem que ser feito rápido, tudo tem prazo de validade e tempo cronometrado. É o mais novo/velho discurso: Quanto mais cedo melhor. A geração Alpha. Sim queridos amigos, quem tem a minha idade já ouviu sobre a geração x,y e z. Mas estamos na geração Alpha, a dos mais inteligentes mas também dos maiores casos de TDAH. A geração da tecnologia, a geração youtube, a geração FAST, a geração que não sabe esperar, que não entende uma palma da mão estendida, mas entende muito bem um quadrado vermelho com um play branco no meio.
Nossos filhos nascidos depois de 2010, os alphas: Tem idade certa para bater palmas, para andar, para falar, para ser alfabetizado, idade para desfralde. Com certeza você já deve ter passado por uma dessas pressões e ter sentindo enorme frustração por não se encaixar no pa…

Era só pedir...

Esse fim de seamana me deparei com esses quadrinhos mega realistas. Foi traduzido do francês pela Bandeira Negra.
Post Original da Bandeira Negra.
Post Original da Emma em francês.




TAG - Eu NUNCA

Por ideia da minha xará Bruna do Blog Maternices vou responder a TAG de coisas que nunca fiz ou nunca aconteceram comigo. Vamos a dez respostas.

No fim indicarei alguns blogs que gosto muito para responder a TAG também.



Eu NUNCA fumei;
Eu NUNCA pintei meu cabelo de roxo (eu ainda morro de vontade);
Eu NUNCA pintei as unhas de preto (sabe que eu nunca tinha me dado conta disso?!)
Eu NUNCA terminei de ler "O mundo de Sofia" (estou lendo ele desde o terceiro colegial - vulgo 4 anos)
Eu NUNCA parei pra pensar as coisas que eu NUNCA fiz (parei agora - foi difícil, viu?! rsrs)
Eu NUNCA dormi descoberta (mesmo no calor de 33 graus - tenho medo.)
Eu NUNCA acampei (sempre quis)
Eu NUNCA fiquei engessada (mas sempre quis só pra escreverem no meu gesso. rsrs)
Eu NUNCA vou deixar de dormir sem cobrir
Eu NUNCA assisti a um jogo de vôlei ao vivo (ainda quero)

Blogs que sigo e indico para responder a TAG:
Mitos, Rock & outras Filosofias
O Blog Que Não é Blog
Casal Be&Be
Casa Dreans
Carol NM
Lusita…